.posts recentes

. A desinformação na era da...

. XIII Encontro de CTDI

. Relembrando o BIBVIRTUAL

. III Encontro CTDI - WEB 2...

.arquivos

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Terça-feira, 3 de Março de 2020

A desinformação na era da informação

transferir.png

A Era da informação naturalmente criou os seus contrários. A desinformação, e o fenómeno largamente conhecido por “fake news”.

Nada de novo. Desde Heraclito, o pai da dialéctica. (Cerca de 500 a.C. - 450 a.C.) que sabemos que a realidade não é mais que a alternância entre contrários.

Platão afirmava o dualismo ontológico, sendo que um deles era ilusão. Não correspondia á verdade.

Até a lógica aristotélica se apoiava em silogismos que podendo estar formalmente correctos podiam igualmente desviar-se da realidade.

O cristianismo medieval acentuou o maniqueismo. E no campo da ciência o conhecimento afirmava-se em disputas teóricas.

Mais modernamente Hegel enunciava a dialéctica para a compreensão do decurso e avanço histórico. Marx apoia-se nesses enunciados para os apresentar de forma positiva como processo civilizacional.

Mas se até aqui as várias interpretações dos contrários constantes da realidade eram tidos como aspectos positivos, eis que chegamos à era da informação em que é propositadamente que se recusa a verdade, se constrói uma pós-verdade e se propaga a falsidade intencionalmente. Eis as fake news e os seus sucedâneos ainda mais nefastos.



Uma nova realidade que preocupa a comunidade científica e que se constitui como objecto de estudo.

Os profissionais da informação têm este novo fenómeno em especial atenção.

A licenciatura em Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação (CTDI) e, no âmbito do Centro de Estudos Organizacionais e Sociais do Politécnico do Porto (CEOS.PP), organiza um Encontro subordinado ao tema “A desinformação na era da informação: Novos Desafios para a Gestão da Informação”.

São vários temas em estudo:

a desinformação e o papel do profissional da informação;

as causas da desinformação nas organizações;

a sobrecarga informacional;

os efeitos da desinformação;

as formas de combater a desinformação; a informação enquanto recurso;

boas práticas no uso da informação e das tecnologias no combate à desinformação;

a inclusão digital;

a literacia e outras de interesse.

A iniciativa está marcada para o dia 23 de Abril de 2020 e realiza-se no ISCAP do Instituto Politécnico do Porto.



publicado por antonio.regedor às 00:53
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 2 de Maio de 2019

XIII Encontro de CTDI

images.jpg

XIII Encontro de CTDI

Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação

14 de maio 2019

O XIII Encontro CTDI apresenta-se como um fórum de reflexão sobre a Transformação Digital, também conhecida com 4ª revolução industrial baseada na informação e no conhecimento a decorrer no dia 14 de Maio de 2019 no ISCAP.

Em breve, quase 50% dos consumidores serão nado-digitais e tal irá forçar a transformação digital nas organizações, criando novas oportunidades de mudança, inclusive nos padrões organizacionais, culturais e legais.

 

A transformação digital, enquanto efeito de um processo marcado pela influência das TIC na sociedade, irá influenciar alterações nos modelos de negócio e na forma como este se desenvolve, passando as TIC a ter um papel preponderante em qualquer organização.

É possível identificar cinco domínios onde ocorre a transformação digital e que se baseiam na transversalidade do uso das TIC:

  1. Clientes, que interagem de forma dinâmica com as organizações;
  2. Competição, que pressupõe uma diferenciação das organizações perante o consumidor/cliente final;
  3. Informação, que pela sua natureza essencial para o negócio, sendo estruturada, ou não, irá exigir uma gestão cada vez mais rigorosa;
  4. Inovação, prendendo-se com o desenvolvimento de novas ideias;
  5. Valor, que se torna volátil perante a exigência de mercado.

 

Os profissionais da informação têm pela frente desafios que se podem caracterizar pela transferência e partilha de conhecimento, pela sua salvaguarda, pela seleção e filtragem de informação, pela gestão de informação e recursos, pelo acesso através do uso de redes nacionais e internacionais e pela estruturação de um serviço de informação adequado à organização.

Será pois necessário que os profissionais da informação sejam elementos ativos na transformação digital das organizações.

 

publicado por antonio.regedor às 21:50
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Setembro de 2015

Relembrando o BIBVIRTUAL

11312272_732049783571346_1325005070_n.jpg

 

Iniciei-o  na sexta feira de  28 de Janeiro de 2005. Há quase 16 anos. Foi talvez um dos primeiros blogs exclusivamente dedicados à Indústria Editorial, ao Livro e às Bibliotecas. E fi-lo para dar apoio à cadeira de Edição e Marketing  que na altura leccionava no curso de Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação  na Escola de Estudos Industriais e de Gestão do Politécnico do Porto. 

Curiosamente o primeiro post foi sobre Gestão de Bibliotecas Públicas.

Logo de seguida, no dia 31 era referido  o software livre, isto em 2005.

Registo vários alunos que participaram na experiência: Natália Sarmento, Cristina Mouta, Tiago Fernandes e Vitor, Cláudia Alves, Tânia Alves, Susana Albuquerque, Elsa Barros, Sara Aguiar, Natália Santos, Natália Sarmento.

No ano seguinte, o blog teve a participação de alunos da Pós-Graduação em Ciências da Informação e da Documentação da Universidade Fernando Pessoa: Luís Norberto Lourenço, Gaspar Matos.

publicado por antonio.regedor às 20:14
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 30 de Maio de 2007

III Encontro CTDI - WEB 2.0




Realizou-se com sucesso o III Encontro do curso de Ciências e Tecnologias da Documentação e Informação (CTDI) da ESEIG.

Para ter a noção daquilo que se discutiu neste encontro não se pode deixar de consultar os blogs:

http://bib20.janjos.com/

http://www.vivabibliotecaviva.blogspot.com/

http://bibliotecarioanarquista.blogspot.com

http://ratodebiblioteca.blogspot.com/

http://abibliotecadejacinto.blogspot.com/

http://oeiras-a-ler.blogspot.com/2007/05/iii-ctdi.html

http://a-informacao.blogspot.com/

 

Todos os encontros que se realizam nesta área do conhecimento revestem neste momento enorme importância independentemente da sua temática e discussão se situar  mais ao nível cientifico e teórico ou escolar e informativo.

Em todos os casos representam vivacidade, dinamismo e interesse pela área que se estuda.

Indicam que se está atento às mudanças que se verificam na profissão e no perfil do profissional da informação.

Mostram que há reflexão teórica e prática nesta área de conhecimento científico.

Possibilitam o encontro a partilha de conhecimento e informação e a coesão profissional e social dos profissionais da área.

Há no entanto mais um passo que é necessário dar. O da visibilidade destas iniciativas que contribua também para a visibilidade da profissão e dos profissionais.

Esperemos que no futuro seja posta mais atenção ao marketing e divulgação destas iniciativas através dos media.

 




publicado por antonio.regedor às 23:27
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. Elle foi à Pharmacia

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds