.posts recentes

. ortodoxia

. A vida com ameaça

. A luta contra os vírus do...

. Feiras do Livro 2020

. Os Debates e a Democracia

. Revolução Industrial

. Locomotiva

. No curso da água quente

. cavalo de ferro

. FEST em Espinho

.arquivos

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Quarta-feira, 8 de Julho de 2020

A Península e o Reino Suevo

antes-da-formao-portugal-13-638.jpg

Os Suevos foram chegando  à península desde o ano de 409.

O Império Romano vai enfraquecendo. A Administração deixa de operar. As infraestruturas vão sendo abandonadas. Os edifícios públicos deixam de ser mantidos. Os Romanos recuam deixando o território às hordas de bárbaros suevos que se vão instalando.

Resta alguma população cristianizada desde o período romano. As únicas estruturas organizativas na sociedade resultam da actividade da igreja.

Seguiram-se os Visigodos que ocuparam toda a península e remeteram os Suevos a uma província entre o mar cantábrico e o Tejo. Os Suevos tinham a capital em Braga. Os Visigodos fizeram de Toledo a sua capital.

Cento e cinquenta anos após a entrada dos primeiros Suevos na península, crê-se que o Bispo de Braga Martinho de Dume converte Teodomiro acabado de ser aclamado rei dos Suevos.

O Rei convoca o primeiro Concílio de Braga em 561.

Em 589 é a vez de Recaredo, rei dos Visigodos, se converter ao cristianismo por influência do Bispo Leandro de Sevilha.

Na Península praticava-se um rito cristão designado Hispânico ou Gótico por influência de Martinho de Dume, Leandro de Sevilha e também Isidoro de Sevilha.

Com as invasões mouras de 711, caem os reinos Visigodos e Suevos mas mantém-se alguma da actividade da igreja cristã através do pagamento de imposto aos islâmicos. Esses cristão designam-se Moçárabes e por isso o rito cristão Gótico ou Hispânico também é designado Moçárabe. Vamos assistir no século XI à introdução do rito romano com a vinda dos franceses para ajudar Afonso VI, avô de Afonso Henriques, na reconquista.

Muito provavelmente haverá também nos senhores feudais do condado portucalense descendentes dos Suevos a aumentar a diversidade genética dos Portugueses. Pelo menos tendo em consideração alguns nomes de origem sueva como Afonso, Fernando, Gonçalo, Ramiro entre outros.

publicado por antonio.regedor às 22:15
link do post | comentar | favorito (1)

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. Elle foi à Pharmacia

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds