.posts recentes

. XV Regata Cenário. Vela L...

. Semana da Batata

. Schindler na Linha do Do...

. Comboio do meu contentame...

. X Regata CENARIO

. Promontórios

. Barrocal

. Algar

. Geração Google

. Sampaio

.arquivos

. Outubro 2021

. Setembro 2021

. Agosto 2021

. Julho 2021

. Junho 2021

. Maio 2021

. Abril 2021

. Março 2021

. Fevereiro 2021

. Janeiro 2021

. Dezembro 2020

. Novembro 2020

. Outubro 2020

. Setembro 2020

. Agosto 2020

. Julho 2020

. Junho 2020

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Janeiro 2020

. Dezembro 2019

. Novembro 2019

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub
Segunda-feira, 31 de Maio de 2021

Crónica de Mel  

congreso-de-stuttgart-1907 2º Int.jpg

O PSD afirmando-se social-democrata não é um partido de direita, mas de esquerda. Isto se quiser fazer corresponder o partido à designação.  A social-democracia tem origem na teoria marxista. E mantem-se durante a segunda internacional coexistindo os partidos marxistas  que advogam a luta de classes para a revolução proletária tal como a formula Marx e os partidos que propõem reformas no sistema capitalista atingindo dessa forma igualmente o socialismo. A ruptura só se dá depois da revolução russa de 1917 em que os partidos marxistas defensores da revolução formam a terceira internacional e o Comintern. 

A social-democracia tem uma matriz marxista. Não deixa de ser de esquerda por pretender atingir por reformas as desigualdades do sistema capitalista. A sua marca de identidade contra os partidos do bloco soviético é o da defesa dos direitos  políticos e sociais, dos direitos laborais, da contratação colectiva no trabalho, da concertação social, do salário mínimo, dos rendimentos garantidos de desemprego, doença e rendimento mínimo. Da protecção social e dos impostos progressivos tentando reduzir desigualdades sociais.

O PSD para fazer justiça ao seu nome, não pode misturar-se com a direita contrária a tudo o que é princípio da social-democracia. O PSD teria de mudar o nome se quisesse mudar para a direita.  E fica-lhe mal lixiviar a direita.  

António Borges Regedor

publicado por antonio.regedor às 14:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Maio de 2021

Trilho das Colinas.   

Trilho sinalização.jpg

Vidago significa necessariamente  a visita ao parque do Vidago Palace Hotel. Os jardins do Lago e a alameda que acompanha paralelamente o fairway do buraco um do campo de golfe. O trilho começa no jardim do Hotel com percurso circular terminando no mesmo local. Desenvolve-se subindo a encosta. Tem alguma dificuldade pela pendente, mas é curto (cerca de dois kilómetros) e  muito bem sinalizado.  A mata plantada em 1910 é obviamente o grande motivo e é de enorme impacto estético.  O mesmo trilho confina com outro mais longo chamado do Gerêz, apesar do miradouro não permitir avistar tal região. É designado trilho das colinas.   

António Borges Regedor

publicado por antonio.regedor às 12:18
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Maio de 2021

Trilhos, passadiços e manutenção

20210505_105438.jpg

Tive oportunidade de  fazer vários percursos pedestres.  É uma forma de levar os visitantes ao conhecimento de aspectos interessantes das localidades que querem valorizar os seus territórios e com isso promover a economia local. Mas não basta criar uns percursos, fazer uns folhetos e colocar uns sinais. A permanente monitorização, conservação e melhoria é fundamental. Se assim não for, o investimento passa rapidamente a dinheiro gasto sem critério.  Falta de sinalização ou má conservação da mesma, falta de informação. Se é para ter  passadiços não conservados o melhor é não os fazer. Falta de limpeza e corte de infestantes. Passagem por locais de nenhum interesse e até desagradáveis ou grandes segmentos por estradas.  Naturalmente os maus exemplos são comunicados, tal como os bons exemplos. E pelo que vejo falta em algumas autarquias e promotores de trilhos e passadiços pouca sensibilidade ambiental e muita gula de financiamentos que acabam sendo mal aplicados.

António Borges Regedor

publicado por antonio.regedor às 12:38
link do post | comentar | favorito

Trilhos como produtos turísticos

20210502_165712 (1).jpg

Os trilhos para caminhadas em percursos de natureza para observação de ambiente natural, histórico, construído ou fauna e flora são uma prática antiga e inicialmente mais procurada em espaços classificados. Exemplo é o do Parque Nacional da Peneda-Gerêz onde desde jovem me iniciei nesta prática. Lembro os trilhos sobejamente conhecidos da Pedra Bela para os prados coveiros  ou Teixeira, a Calcedónia, o trilho aos carris, no Lindoso ou do outro lado o de Pitões da Júnias ( mosteiro  e cascata). 

Muitos outros itinerários têm sido criados em formato de trilhos, ecovias ou  passadiços. Alguns bem pensados, outros nem tanto e resultando  mais de financiamentos externos que de genuíno interesse e conhecimento das autarquias ou instituições  que os promovem.

Naturalmente se reconhece o valor que tal prática tem para a economia local. E a marcação de trilhos, ecovias e passadiços em locais bem determinados e ambientalmente integrados valoriza os locais e pode constituir o factor de desenvolvimento e viabilidade de uma comunidade .

Uma região de enorme potencial é o eixo Vila Real – Chaves que se estende até Verin. Entre outras razões por se tratar do eixo N2. A Estrada Nacional que liga pelo meio os extremos norte e sul do país. Por ser o eixo da “rota termal e da água” de Pedras Salgadas a Verin (Galiza).  E ainda a ecopista do Corgo e Tâmega. Vila Real – Chaves - Verin. Com potencial de ligar desde a Régua. Está boa nalguns troços, mas noutros a precisar de manutenção e sinalização.

Os percursos pedestres são obviamente outro potencial a acrescentar a estas formas de turismo quer de passagem ou de permanência. E não basta aproveitar os financiamentos e fazer folhetos de percursos pedestres.  Antes de mais é necessário que sejam objecto de forte interesse do património ambiental, histórico ou cultural.

 

António Borges Regedor

publicado por antonio.regedor às 00:02
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 14 de Maio de 2021

“Na tua ausência”

20210514_195941.jpg

A minha amiga Daniela Fernandes escreveu um livro com o título “ Na tua ausência”.  É um livro em poesia. Muito pessoal.  Para a tarefa de ilustração foi acompanhada por Sandra Abafa.

A Daniela tem formação base de geografia, mas fez pós-graduação em ciências documentais e é arquivista na Casa do Infante. Foi durante vários anos minha colega como docente do curso de ciências da informação e documentação na Universidade Fernando Pessoa. Teve um papel importante no processo de desmaterialização do arquivo da Câmara Municipal do Porto.  

O livro é já de 2021 (Abril) das edições 100Título.

É um livro feito como coração e para melhor apresentar o livro escolhi o poema “ao teu olhar”

Mantenho num suspiro o meu pensamento,

Sei de cor as voltas que o teu coração dá.

Espero por ti, o tempo que for preciso.

Com o meu sorriso, ao teu olhar…

 

publicado por antonio.regedor às 20:08
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2021

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.favorito

. Dança

. Elle foi à Pharmacia

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds