.posts recentes

. Artigo 11º e 13º e a inte...

. Humberto Ecco.

. Bicos de pássaros

. TABELA PERIÓDICA DOS ELEM...

. Moinho de água

. BE não pensa, nem pergunt...

. Nó Cego

. Prémio Fernando Namora" p...

. Fumeiro

. A Ponte do Diabo

.arquivos

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2019

26 indivíduos são donos de metade do mundo

51088033_2037064589712767_1534246813022814208_n.jp

São os donos do mundo. E são cada vez menos os que concentram a riqueza mundial. Em breve haverá apenas . Um dono do mundo todo.
É isto que nos deve fazer pensar no modelo político que determine o modelo económico.
O modelo económico liberal produz a concentração da riqueza. É o principal factor de desequilíbrio económico, de desigualdade social, de conflitos, pobreza, miséria e doença associada.
Tradicionalmente a social-democracia e o socialismo propunham o Estado Social, forte, regulador, redistribuidor, solidário e previdente. Com o liberalismo deixou de ser forte, deixou de regular, deixou de distribuir, deixou de ser solidário, deixou de ser previdente.
É preciso recolocar a política económica de redistribuição da riqueza, de solidariedade geracional e social, de justa retribuição dos rendimentos económicos.
O combate a esta desigualdade exige que os impostos incidam sobre grande fortunas, património, transacções financeiras, lucros por automação.
Reduzir a carga de imposto sobre o trabalho, reduzir as jornadas de trabalho.
 
António Regedor
publicado por antonio.regedor às 14:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
15
16
17
18
21
22
23
24
25
26
27
28

.tags

. todas as tags

.favorito

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds