.posts recentes

. A Função Social da Biblio...

. José Gomes Ferreira - ACO...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sexta-feira, 6 de Fevereiro de 2015

A Função Social da Biblioteca Pública

Lendo poesia Onda Poética Espinho.jpg

 

As Bibliotecas Públicas são as que possuem um campo de intervenção mais abrangente. A sua acção não se limita apenas ao valor informacional das suas colecções. No seu caso, torna-se relevante o conjunto de “facilities” que disponibiliza. Ainda hoje voltei à Biblioteca José Marmelo e Silva em Espinho e boa parte dos utilizadores seniores e de terceira idade ocupavam os sofás e cadeiras da zona dos periódicos. Alguns a dormir envoltos no ambiente agradável e temperado, a contrariar o frio fora de portas. A biblioteca a servir de ponto de encontro. Eu próprio marquei encontro com um amigo na cafetaria desta biblioteca. Nas mesas ao lado casais idosos tinham vindo fazer o seu lanche. O wireless atrai jovens estudantes acompanhados dos seus próprios computadores ao ambiente climatizado das salas de leitura. Decididamente a biblioteca perdeu a antiga imagem de coisa para crianças. Ela lá estão, mas também os pais e avós. Mas em maioria estão os jovens adultos usado os seus recursos físicos e digitais, os seus serviços e tecnologias. Se à biblioteca acorrem os em abrigo? Sim! Ela não é exclusiva. É inclusiva, inter-racial, democrática, generalista, física e humanamente quente. É rica no conhecimento que comporta, que transmite, que possibilita.

É dos equipamentos públicos de maior valor social e de maior retorno do investimento alocado.

 

António Regedor

publicado por antonio.regedor às 19:02
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2012

José Gomes Ferreira - ACORDAI!

Onda poética na Biblioteca José Marmelo e Silva - Espinho

 

Acordai!
Acordai, homens que dormis
A embalar a dor
Dos silêncios vis!
Vinde, no clamor
Das almas viris,
Arrancar a flor
Que dorme na raíz!

Acordai!
Acordai, raios e tufões
Que dormis no ar
E nas multidões!
Vinde incendiar
De astros e canções
As pedras e o mar,
O mundo e os corações...

Acordai!
Acendei, de almas e de sóis,
Este mar sem cais,
Nem luz de faróis!
E acordai, depois
Das lutas finais,
Os nossos heróis
Que dormem nos covais.

ACORDAI!

José Gomes Ferreira

publicado por antonio.regedor às 12:12
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.favorito

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds