.posts recentes

. Escritaria

. Financeirização do proces...

. Zafón - “O labirinto dos...

. sexta-feira 13

. PONTE DA MISARELA

. O tempo das bruxas

. Bazar

. Ecomuseo de Barroso Mont...

. Edição Científica. Pirata...

. Makerspaces

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segunda-feira, 21 de Novembro de 2016

Premiados do CINANIMA 2016

capa2016.png

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA DE ANIMAÇÃO

O Grande prémio  deste ano foi para “Entre as ondas negras” de Anna Budavova, da Rússia. Um filme de 11 minutos de desenho sobre papel a cores e computador 2D.  Baseado numa lenda do Norte em que as almas das pessoas afogadas se transformam em focas.

Na competição internacional, o prémio especial do Júri foi para “Estilhaços” de José Miguel Ribeiro. Portugal. Filme de 18 minutos.  Desenho sobre papel e marionetas. A cores. Trata a forma como a guerra se instala no corpo das pessoas. 

O prémio Aves Costa, melhor curta-metragem até 5 minutos foi para o filme “A mesa”, de Eugène Boitsov. França. Um filme a cores e em computador 2D. Um filme de fim de estudos. No tema, um carpinteiro vive obcecado com a criação do objecto perfeito.

 

Uma menção honrosa para “A Rua de Anfok” de Zilai Feng. USA. Computador 2D a cores.  Um paralítico que olha para a realidade exterior através do espelho. 

O prémio melhor curta metragem: mais de 5 até 24 minutos foi para “O vaysha, a cega” de Theodore Ushev do Canadá. Um filme a cores e computador 2D, de uma jovem que nasceu com um olho verde e outro castanho.

O Prémio Gaston Roch. Melhor filme de estudos e/ou escola. O vencedor foi “Merlot” de Marta Gennari e Guida Martinelli. Itália. Filme a cor e computador 2D sobre uma série de eventos que iniciam com uma idosa que perde uma garrafa de vinho.

O prémio melhor curta metragem: publicidade e informação, foi para “De Staat: Witch Doctor” de Studio Smack, Floris Kaayk. Holanda. O filme é em computador 3D e cores. Um filme em ambiente de cinzento e de  muitos efeitos especiais. 

O prémio melhor documentário de animação foi atribuído a “Pronto, era assim” das portuguesas  Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues. Filme de marionetas, computador 2D e a cores sobre a história de seis idosos.

Na competição Nacional foram atribuídos os prémios  Jovem cineasta português maior de 18 anos. O filme vencedor foi “Pronto, era assim” das portuguesas  Joana Nogueira e Patrícia Rodrigues, que também receberam o prémio de melhor documentário. 

Foi atribuída uma menção honrosa a “Lugar em parte nenhuma” de Bárbara Oliveira e João Rodrigues. Computador 2D e cores. O tema remonta a 1975, Angola e o abandono das casa aos primeiros tiros.  

O prémio jovem cineasta português menos de 18 anos foi para “Uma família portuguesa, sem certeza” realizado pelo colectivo da escola secundária de Lousada. Um filme a cores com recortes, areia e outras técnicas. A história de um homem que sofre um acidente. 

Ainda neste prémio foi atribuída a menção honrosa a “Nós e o Mundo” realizado pelas crianças das oficinas Anilupa – Alunos de centro de reabilitação da Granja. Um filme a cores de pintura e animação de objectos. 

O prémio António Gaio foi para “estilhaços” que também venceu o prémio especial do júri  na competição internacional. 

Nesta categoria há ainda a menção honrosa para “Fim de linha”  de Paulo D’Alva e António Pinto. Filme de desenho sobre papel, recortes, computador 2D e a cores. Um filme baseado em acontecimentos que nunca aconteceram, mas que podem vir a acontecer.

A Sereia Animada, é o prémio Divulgação que foi atribuído a “Sr. Areia” de Soetkin Verstegen. Dinamarca. Um filme de desenho sobre papel, marionetas, recortes fotografias e imagem real. O tema vagueia pela história desde o início do cinema. 

O prémio melhor longa-metragem foi para “Psiconautas, as crianças esquecidas”. Realizado por Alberto Vásquez e Pedro Rivera. Espanha. Animação em computador 2D e cores.  Um filme sobre dois adolescentes que decidem fugir. 

Finalmente, e porque o público é chamado a atribuir um prémio, este foi para “a mesa” que foi igualmente vencedor do prémio Alves Costa, melhor curta-metragem até 5 minutos. 

 

 

publicado por antonio.regedor às 15:07
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

.favorito

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds