.posts recentes

. Ensino Superior. Ranking

. ALMARAZ E OUTRAS COISAS M...

. DÍVIDA E SOMBRA

. Cinema e literatura, as i...

. A paisagem pertence a que...

. A tua citação preferida

. Ele, O Livro. Transforma-...

. Folio

. Escritaria

. Financeirização do proces...

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Segunda-feira, 11 de Abril de 2016

ἀρετή Arethé

images.jpg

Por estes tempos a “excelência” é um templo arruinado

 

A crise de valores sociais, o deficit de cidadania, o abandono da ética política centrada no interesse da “polis”, leva à urgência da discussão da organização social, ao seu governo, a política como governo da “polis”, à ética política centrada no interesse da  “res publica”, coisa pública,  e na consciência do  que é cidadania.

E para isso, nada melhor que voltar à Paideia da Grécia Antiga, e ao conceito de Arethé, ou excelência ética.

O acervo educacional da Grécia Clássica tem no termo “Areté” vários sentidos. De um deles, uma tradução possível é  . Este conceito representa  o ponto máximo de aperfeiçoamento que um determinado ser pode alcançar.

Na educação da Grécia clássica, ter areté, é o objetivo do homem grego

Platão refere-se à areté no sentido moral no seu livro a República. E  significando para este autor as nobres acções.

Platão faz coincidir o “Bem” e o “Belo” resolvendo no “Uno” a sua dualidade ontológica. A boa e bela acção é a que tem o sentido do interesse geral da cidade. O cidadão que participa do bem estar da cidade, é feliz quando a cidade é também feliz. Não se entende que um cidadão possa sentir-se bem num caos social. Aquilo que é bom para a cidade é bom para o cidadão.

O modo de viver a cidadania não é sustentável na perspectiva moderna egoísta, individualista, limitada ao interesse de grupo.

A acção desenvolvida só é “excelente “ se for pensada no interesse colectivo e não no de grupo ou individual. E nos últimos anos de ideologia neoliberal a elite financeira, económica e política tem sido tudo menos “excelente”.

Será de retomar o conceito clássico que faz coincidir na prática cidadã os interesses da cidade com os do indivíduo. Será justo pretender modernamente a retoma do conceito de excelência na prática da cidadania moderna.

publicado por antonio.regedor às 13:02
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds