.posts recentes

. Pós-verdade e Michel Fouc...

. Após 60 anos . “sol de...

. 1974/24/0200

. A MINHA ESTANTE NO DIA MU...

. Mértola

. Sempre a iniciar cursos

. rua de Sant’Ana

. Hans Christian Andersen

. O Mar e o Livro

. A aparente liberdade do l...

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Maio 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Outubro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Novembro 2007

. Setembro 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Sábado, 30 de Abril de 2016

12º Encontro Nacional de Arquivos Municipais

unnamed.png

SUBMISSÃO DE PROPOSTAS

Vai realizar-se nos dias 14 e 15 de Outubro, em Castelo Branco, o 12º Encontro Nacional de Arquivos Municipais, organizado pelo Grupo de Trabalho de Arquivos Municipais (GT-AM) da BAD, em colaboração com aquele município, subordinado ao tema “Arquivos Municipais: o que há de novo?”

Convidam-se todos os interessados a apresentar propostas de comunicação ou de poster até 30 de maio.

Submissões em http://www.bad.pt/publicacoes/index.php/arquivosmunicipais/author/submit

COMUNICAÇÕES

A apresentação de propostas de comunicação ao 12º Encontro Nacional deve enquadrar-se nos eixos de reflexão previstos.

Dentro de cada eixo, pretende-se dar resposta a um conjunto de questões, sobretudo relacionadas com os impactos, isto é as políticas, os instrumentos, as ações, os processos e os procedimentos geradores de mudança, designadamente:

 

Eixo 1 – Reestruturação da administração local.

Extinção e fusão de entidades da Administração Local, designadamente de freguesias, serviços municipalizados, empresas municipais e comunidades intermunicipais (CIM). Municipalização, descentralização de competências para as autarquias e concentração de competências nas CIM.

  • Que impactos na governação e na responsabilização social?
  • Que impactos na organização e armazenamento da informação?
  • Que impactos nos serviços de arquivo?

 

Eixo 2 - Interoperabilidade nos sistemas de informação.

Afirmação da nova identidade da administração pública com crescentes exigências de transparência da gestão. Plataformas e projetos de normalização, uniformização de processos e procedimentos, desburocratização (ex. balcão do empreendedor, licenciamento zero, e-RJUE).  

  • Que impactos na (re)configuração dos Sistemas de Informação?
  • Que impactos na organização, representação e (re)utilização da informação?
  • Que impactos na profissão de arquivista e gestor de informação?

 

Eixo 3 - Desmaterialização da Informação.

Adaptação e reorganização interna para o e-government. A existência de um quadro legal para a desmaterializaçãoversus a ausência de políticas e recursos (financeiros, tecnológicos e humanos) para uma gestão organizacional sustentável, que garantam a preservação e o acesso à informação a longo termo.

  • Que impactos de medidas legislativas (ex. Novo Código de Procedimento Administrativo) na Gestão da Informação na Administração Local?
  • Que impactos na gestão organizacional?
  • Que impactos na preservação da informação?

 

Eixo 4 – Da organização ao uso da informação.

A valorização da informação como ativo organizacional e fundamental na resposta à promoção da cidadania plena. A Informação como vértice entre a tecnologia e as pessoas.

  • Que impactos no acesso à informação?
  • Que impactos na satisfação das necessidades das pessoas?
  • Que impactos na gestão do conhecimento (ex. os municípios enquanto centros de conhecimento local)?

POSTERS: "O meu poster num minuto"

Mais uma vez, no 12º Encontro pretende-se criar um momento especial de partilha, que permita aos participantes conhecer a riqueza e diversidade de experiências que acontecem nos arquivos municipais do país.

Participe e partilhe o seu caso prático ou reflexões no formato "O meu poster num minuto".

Apresente um poster e contribua para o debate sobre as questões relacionadas com os impactos das políticas e dos instrumentos nos processos de mudança que estão a ser levados a cabo na sua instituição.

 

Nota: Para cada tipo de submissão existe um modelo que se encontra disponível:

COMUNICAÇÕES | POSTERS

 

CRONOGRAMA


30 de maio                   Data limite para  submissão de propostas


30 de junho 
                 Notificação aos proponentes da aceitação das comunicações


30 de setembro
            Entrega dos textos finais das comunicações seleccionadas

 

 

publicado por antonio.regedor às 16:25
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Abril de 2016

A dívida eterna

image.jpg

- Recorda-se de me querer comparar a minha lã?

- Sim, mas agora já não ides a tempo. Eu queria comprá-la logo na abertura da época. Para além de que, não tarda, ireis poder vendê-la.

- Estive aqui a pensar – insistiu Philip - , de vossemecê não estaria disposta a comprar-me a lã do próximo ano?

Aliena franziu o sobrolho. – Mas vós ainda não a tendes.

- E não poderia vender-lha antes de a receber?

- Não estou a ver como.

- É simples. Vossemecê dá-me o dinheiro agora; eu entrego-lhe a lã no próximo ano.

(...)

- E no ano que vem, como ides fazer?

- Não se. Talvez lhe venda a si a lã do ano seguinte.

 

FOLLETT, Ken, Os pilares da terra vol 2. Lisboa: Presença, 2007. (p. 94-95)

 

Bom, não tenho como certo que assim fosse na Idade Média, mas  assim se vê como funciona o endividamento e o “mercado de  futuros”.  Hoje é usual no mercado  de investimento em  matérias  primas.

publicado por antonio.regedor às 10:00
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Abril de 2016

Organização do Conhecimento

k11827746.jpg

Renato Rocha Souza  prepara uma edição sobre novas tendências na organização do conhecimento

 

 

Call for Papers: Special Issue on New Trends for Knowledge Organization

The knowledge organization landscape is rapidly changing, and there are both theoretical and methodological gaps inherent to the absorption of these novelties in our field. In this Special Issue, we are aiming at building conceptual bridges between new research areas and the traditional theories, methodologies and instruments of knowledge organization. We invite submissions of both conceptual and empirical papers that take into account the existing K.O. literature and offer new insights into the following topics:

  • Machine learning/statistical learning: combining strengths of computer science, statistics and optimization to deliver tools that can be applied (broadly) to construct predictive models or extract hidden features in the data. Can be used for KO tasks such as automatic classification, topic modeling, document clustering, etc.;
  • Natural language processing: encompasses many tasks, as large corpora management, metadata extraction,  text tokenization and stemming, part of speech tagging, named entity recognition, sentiment analysis, lexicography, semiautomatic vocabulary building, text mining, text statistics, etc.;
  • Visualization: new techniques of information visualization, including text, image and sound processing. It is applied to knowledge organization tasks mainly in the development of user interfaces, web applications, exploratory data analysis, domain eliciting, cluster analysis, concept maps, self-organizing maps, etc.;
  • Ontology and Reasoning: beyond the fact of being taken as "vocabularies on steroids", ontologies shall be comprehended as versatile knowledge organization systems capable of representing rich relationship structures and also allow reasoning and the construction of knowledge bases. Papers in this subject should provide foundations for the best practices in using ontological engineering for knowledge organization tasks;
  • Big Data: address knowledge organization challenges due to the huge increase in volume, and the diversification in the variety and sheer velocity of data creation. Discuss approaches to how information with those characteristics should be organized, dealing with success cases and possible pitfalls.
publicado por antonio.regedor às 15:01
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Abril de 2016

Bibliometria

images (1).jpg

 

A  atenção, importância e relevância que vem sendo dada à Bibliometria

 

12th Intl Conf on Webometrics, Informetrics and Scientometrics & 17th COLLNET Meeting. December 12-15, 2016. Nancy, France

 

First Announcement
Call for Papers

12th International Conference on Webometrics, Informetrics and Scientometrics (WIS) & 17th COLLNET Meeting
December 12-15, 2016,  The conference will be held at Nancy, France
www.slp.org.in/collnet2016  (Information: The Website is starting soon)

Scope

The broad focus of the conference is on collaboration and communication in science and technology; science policy; quantitative aspects of science of science; and combination and integration of qualitative and quantitative approaches in study of scientific practices. The conference thus aims to contribute to evidence-based and informed knowledge about scientific research and practices which in turn may further provide input to institutional, regional, national and international research and innovation policy making.

Theoretical, methodological and applied aspects, for example:

A. Emerging issues in Scientometrics / Informetrics /Webometrics and History

-          Science Policy, Collaboration and History
-          Collaboration Studies for Science & Society
-          Collaboration, Knowledge Management & Industrial Partnership
-          Collaborative Bridge between Academic Research and Industry
-          Techniques for Collaboration Studies
-          Visualization Techniques in Collaboration Studies
-          Quantitative Analysis of  S&T Innovations
-          Informetrics Laws and Distributions, Mathematical Models of Communication or Collaboration
-          Nature and Growth of Science and of Collaboration in Science and its Relation with Technological Output
-          Evaluation Indicators
-          Collaboration in Science and in Technology from both Quantitative and Qualitative Points of View
-          Informetrics Laws and Distributions

B. Data Management

-      Data analytics and data mining
-      Open access management and  its impact

C. Information Technology and Management

-      Information and Knowledge Measurement
-      Information Literacy Program
-      Technology & Innovations in Libraries and Impact Measurement
-      Development and Assessment of Digital Repositories
-      Economic Co-operation and Development
-      Historical and Comparative case studies related to Librarianship

Please, note that these examples listed above give a broad outline of the scope of the workshop theme but do not limit it!

COLLNET Conference 2016:

General Chair: Hildrun Kretschmer: kretschmer.h@onlinehome.de
Steering Committee Chair: Jean-Charles Lamirel: lamirel@loria.fr
Technical Program Chair: P. K. Jain: pkjain1310@gmail.com

•           Programme Committee:
            COLLNET Members http://www.collnet.de/
•           Regional Chairs:
            Regional Chair of Africa, America, Australia and Europe:
                        Valentina Markusova (Russia)
            Regional Chair of China:
                        Liang Liming (China)
            Regional Chair of India:
                        Ramesh Kundra (India)
                                    Team:  N.K. Wadhwa (India)
                                                Divya Srivastava (India)
                                                Sujit Bhattacharya (India)
            Regional Chair of Iran:
                        Farideh Osareh (Iran)

•           COLLNET Journal of Scientometrics and Information Management
                        Chief Editor: I.K. Ravichandra Rao
                                  Editor: Hildrun Kretschmer

•           Call for Oral and Poster Presentations

          Important Dates, Oral Presentation:
•           July 15, 2016 (Deadline), Extended Abstract, (3 pages, abstracts less than 2.5 pages are not accepted)
            Please send your extended abstracts to:
            Hildrun Kretschmer
           kretschmer.h@onlinehome.de and to
            Jean-Charles Lamirel
            lamirel@loria.fr

            Please send also a copy to:
            collnet2016@gmail.com

    August 15th, 2016, Acceptance Notification
    October 15th, 2016 (Deadline), Full Paper

(Camera-ready version, maximum 10 pages including tables, figures, references)

The extended abstracts will be peer reviewed by the Programme Committee.

          Important Dates, Poster Presentation:

     •   September 1st , 2016 (Deadline) Abstract for Poster Presentation (1 page)

           Important Dates, Registration Deadline and Conference

       •   December 1st, 2016 Registration deadline
       •   December, 12-15th, 2016 Conference

Contact:

Jean-Charles LAMIREL
Maître de Conférences, Habilité à Diriger des Recherches
Université de Strasbourg, France
Equipe SYNALP (ex. INRIA TALARIS) - LORIA - Nancy
GSM : 0624365491


---------------------------------------------------------------------------

Hildrun Kretschmer

PD, Dr. sc. phil., Dr. oec., Dipl.-psych.
Honorary Professor, Henan Normal University, Xinxiang, China
Former Professor at the Dalian University of Technology, China
Honorary Director and Special Fellow of WISELAB of the
Dalian University of Technology, China
COLLNET Co-ordinator (www.collnet.de)
Editor, COLLNET Journal of Scientometrics and Information Management
Homepage: www.h-kretschmer.de
E-mail: kretschmer.h@onlinehome.de

publicado por antonio.regedor às 13:32
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Abril de 2016

Ensino Superior em plataforma digital

867_961_bandaWeb.jpg

Também o Ensino está em mudança de plataforma física para mediação digital.

E já não é só nos módulos mais avançados de aprendizagem onde a autonomia dos alunos  na pesquisa e investigação é maior. A oferta é agora em níveis mais elementares. 

O Departamento de Biblioteconomia e Documentação da Universidade Carlos III de Madrid tem na sua oferta formativa o Curso de informação e Documentação na modalidade semipresencial para o ano de 2016/2017.

As aulas presenciais são  emitidas em directo e gravadas. Outros materiais estão disponíveis em plataforma, e desta forma são realizadas as actividades de avaliação. As tutorias podem ser presenciais ou virtuais.

http://www.uc3m.es/ss/Satellite/Grado/es/Detalle/Estudio_C/1371212496741/1371212987094/Grado_en_Informacion_y_Documentacion._Opcion_Semipresencial

A este nível mais elementar,  no caso, o 1º ciclo do ensino superios, que é a licenciatura,  é anecessário assegurar aos alunos as competências necessárias para a autonomia da pesquisa informacional adequada ao bom desempenho dos serus estudos.

Admito ser um pouco cauteloso nesta matéria e entender que em licenciatura a preferência deve recais no  ensino presencial, podendo nos ciclos seguintes quando o aluno tem maior autonomia investigadora, poder conter mais pou menos ensino virtual.

A iniciativa ousada da UC3 de Madrid se bem avaliada poderá contribuir para uma fundamental mudança também no ensino superior.  

 

António Regedor

publicado por antonio.regedor às 18:02
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Abril de 2016

José Eduardo Agualusa na shortlist do Man Booker International Prize 2016

10169261_10204050860845231_5206349157599992674_n.j

 

 

José Eduardo Agualusa está na shortlist do Man Booker International Prize. São seis livros, entre os quais está  a tradução para inglês da “teoria geral do esquecimento”. A edição é do independent publisher  Harvill Secker e a tradução de Daniel Hahn (UK). A General Theory of Oblivion  é o título em Inglês.

O prêmio é patrocinado pela Man Group, um dos maiores gestores de investimentos alternativos independentes do mundo e visa  reconhecer e premiar os melhores da literatura contemporânea.

No grupo dos seis livros da shortlist há tres editores independentes, o que mostra que ainda é possível sobreviver ao lado, por exemplo da Pinguim Random House com dois livros na lista ou da Pan Macmillan Picador.

Cada autor e tradutor finalistas receberá  1.000 Libras , enquanto o prêmio de  50.000 Libras será dividido igualmente entre o autor eo tradutor do vencedor. A 16 de Maio ficaremos a saber qual o vencedor.  

 

http://themanbookerprize.com/news/man-booker-international-prize-2016-shortlist-announced 

 

António Regedor

publicado por antonio.regedor às 17:50
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Abril de 2016

Só verosimelhante, mas o mais próximo da aletheia

images (2).jpg

Parte importante da vida constitui a resolução da tensão entre aquilo que a filosofia denomina de opinião ( doxa – δόξα)  e verdade ( aletheia - ἀλήθεια).

A ciência é das actividades humanas a que melhor expressa esta tensão. O seu método, o seu caminho, consiste no expurgo tanto quanto é possível da subjectividade e dos pré-conceitos quaisquer que sejam. Move-se no campo de verificável, experimentável, quantificável. Busca o padrão, a explicação. Costrói a teoria,  o paradigma.

A fiabilidade da ciência é assegurada tanto quanto pode por mecanismos  internos de controlo. Os novos investigadores fazem-no com orientação. A investigação está sujeita a comissões científicas. A publicação sujeita a comissões redactoriais, a revisão de pares antes da publicação. Esta não apenas serve para dar a conhecer, a divulgar a inovação, mas igualmente à sublissão da discussão pública, à critica, à controvérsia, para além da existência concomitante de organismos de revisão por pares após a publicação.

Em todos os casos o mecanismo de controlo leva à reformulação, à correcção, à melhoria, ao aperfeiçoamento.

Isto deixa-nos quanto á ciência muito mais descansados do que com outros sectores tão importantes para a vida social.

 António Regedor

publicado por antonio.regedor às 17:39
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Abril de 2016

ἀρετή Arethé

images.jpg

Por estes tempos a “excelência” é um templo arruinado

 

A crise de valores sociais, o deficit de cidadania, o abandono da ética política centrada no interesse da “polis”, leva à urgência da discussão da organização social, ao seu governo, a política como governo da “polis”, à ética política centrada no interesse da  “res publica”, coisa pública,  e na consciência do  que é cidadania.

E para isso, nada melhor que voltar à Paideia da Grécia Antiga, e ao conceito de Arethé, ou excelência ética.

O acervo educacional da Grécia Clássica tem no termo “Areté” vários sentidos. De um deles, uma tradução possível é  . Este conceito representa  o ponto máximo de aperfeiçoamento que um determinado ser pode alcançar.

Na educação da Grécia clássica, ter areté, é o objetivo do homem grego

Platão refere-se à areté no sentido moral no seu livro a República. E  significando para este autor as nobres acções.

Platão faz coincidir o “Bem” e o “Belo” resolvendo no “Uno” a sua dualidade ontológica. A boa e bela acção é a que tem o sentido do interesse geral da cidade. O cidadão que participa do bem estar da cidade, é feliz quando a cidade é também feliz. Não se entende que um cidadão possa sentir-se bem num caos social. Aquilo que é bom para a cidade é bom para o cidadão.

O modo de viver a cidadania não é sustentável na perspectiva moderna egoísta, individualista, limitada ao interesse de grupo.

A acção desenvolvida só é “excelente “ se for pensada no interesse colectivo e não no de grupo ou individual. E nos últimos anos de ideologia neoliberal a elite financeira, económica e política tem sido tudo menos “excelente”.

Será de retomar o conceito clássico que faz coincidir na prática cidadã os interesses da cidade com os do indivíduo. Será justo pretender modernamente a retoma do conceito de excelência na prática da cidadania moderna.

publicado por antonio.regedor às 13:02
link do post | comentar | favorito
|

Catálogos

catálogo 001.JPG

 

Estamos habituados a ver catálogos de livros produzidos por editores, mesmo por livreiros. Normalmente cada um faz o seu, procurando de alguma forma promover o que produz ou o que melhor quer vender. Há uns tempos atrás ofereceram-me um catálogo colectivo que considerei interessante pela promoção da língua através da  edição. Trata-se de um catálogo europeu de livros editado pelo Bureau international de l’edition française. E resulta de uma selecção de autores europeus escolhidos por livreiros francófonos.  O projecto nasceu da parceria entre o  Bureau international de l’edition française, o centre national du livre e a association internacional des libraires francophones. 

A França tem uma política de promoção da língua, articula essa política com o livro e promove uma rede internacional  de livreiros  para esse objectivo. Ora aqui está uma iniciativa que eu gostava que Portugal também tivesse.

Sobre Portugal, o catálogo permite saber que há uma única livraria generalista francesa no nosso país, a Nouvelle librairie française Lisbonne.   O catálo refere quatro livros portugueses traduzidos para françês. Dulce Maria Cardoso, Maria Gabriela Llansol, Eduardo Lourenço e Fernão Mendes Pinto.

publicado por antonio.regedor às 00:42
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 10 de Abril de 2016

O impacto da produção científica e a sua medida

plum_hpart-e1438888036555.png

 

O modelo instituído de medição do impacto da produção científica é o da quantificação e nomeadamente da contagem  de artigos e de citações. Por esse  processo é feito o seu financiamento. Assim se determina o factor h, relativo ao autor e o factor de impacto das revisatas científicas.

No entanto, há uma nova realidade comunicacional  que potencia a visibilidade dos artigos publicados e dos seus autores.

A facilidade e rapidez do envio dos textos. Os meios em que são colocados.  A sua disponibilização em open access. Já não são apenas as citações em outros artigos científicos que dão a imagem do impacto das publicações, mas são também as visualizações, os downloads, as menções e os comentários em  blogs e  as partilhas, os likes e tweets nas redes sociais.

Esta nova realidade que existe  para além das citações exige novas métricas e novas ferramentas de quantificação e demonstração.  E começam a aparecer. O “The PlumX Suite” é uma dessas novas ferramentas.

https://www.ebsco.com/news-center/press-releases/plumx-suite-now-available-from-plum-analytics

publicado por antonio.regedor às 17:05
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
25
28
29
30

.tags

. todas as tags

.favorito

. Tanto tempo e tão pouco ...

. Rebooting Public Librarie...

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds